O que é ceratocone? 2

O que é ceratocone?

O ceratocone é uma doença que acomete a córnea, a camada mais externa do olho e a maior
reponsável pela boa qualidade da visão. Ela se torna progressivamente fina e curva, o que leva
geralmente ao aparecimento de altos graus de miopia e astigmatismo. O indivíduo já nasce
com a predisposição para desenvolver essa desordem, porém ela se manifesta normalmente
durante a adolescência ou no início da vida adulta. Não se sabe ao certo a causa exata do
ceratocone, mas alguns fatores de risco são conhecidos, como a história familiar e a presença
de outras alterações concomitantes como a alergia ocular. Acredita-se que o fato da pessoa
coçar frequentemente os olhos pode induzir deformidade na córnea.


Sintomas

Não existem sintomas específicos, normalmente a pessoa queixa-se de visão embaçada, com
necessidade de óculos, e o grau pode mudar com uma frequência maior que o esperado.
Alguns exames complementares auxiliam no diagnóstico como a topografia e a tomografia de
córnea. Em indíviduos com a suspeita da doença é importante repetir esses exames
periodicamente para acompanhar o comportamento da curvatura e da espessura da córnea.
Podemos graduá-lo em leve, moderado ou severo a depender do acometimento.

Uma vez diagnosticado o ceratocone o tratamento consiste em prescrever óculos quando
necessário. Caso estes não proporcionem melhora da visão, pode-se prescrever lentes de
contato. A depender do estágio em que se encontre o problema, pode-se lançar mão das
lentes gelatinosas ou rígidas com desenhos especiais. É importante ressaltar que as lentes de
contato não impedem que o ceratocone avance. Sua função, assim como os óculos, é melhorar
a qualidade de visão. Porém, caso as lentes não estejam bem adaptadas, há relatos de
progressão da doença.


Uma outra tentativa para reduzir a curvatura da córnea e melhorar a visão é o implante de
anel corneano. Isso é feito através de procedimento cirúrgico, onde um segmento de anel é
implantado da córnea, diminuindo a irregularidade da sua superfície.
Caso o ceratocone progrida, tornando a córnea mais curva e fina, pode realizar o Crosslinking.
Esse é um procedimento que também é realizado no centro cirúrgico e consiste na instilação
de colírio à base de vitamina do Complexo B e aplicação de radiação UV. A reação resultante
faz com que as fibras de colágeno que compõem a córnea fiquem “congeladas”, impedindo a
progressão da doença.


Quando nenhuma das alternativas anteriores resolvem?

A solução pode ser o transplante de córnea. É um procedimento de grande resolutividade, onde a córnea doente é substituída por outra sadia de um doador. Sua indicação, porém, deve ser muito bem avaliada
pelo profissional especializado.


Dessa forma, se você tem diagnóstico de ceratocone, ou se tem algum familiar que tenha, a
dica é: não entre em pânico, pois existem alternativas de tratamento! Procure o quanto antes
um profissional qualificado para que se inicie o acompanhamento adequado, a fim de evitar a
progressão do problema!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *